Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lately

Histórias, opiniões, desabafos, receitas...

Lately

Histórias, opiniões, desabafos, receitas...


Miguel Mósca Nunes

23.12.22

20200114161738319986o.jpg

O documentário de Meghan e Harry, na Netflix, é uma declaração de honra sobre a idoneidade de um casal que só quer ser feliz.

Trata-se de uma confissão sobre a difícil viagem que têm feito, juntos, e sobre tudo aquilo que envolve a família real britânica.

Apesar de possuir gabinetes de comunicação que, supostamente, zelam pela sua reputação e imagem públicas, a família real está rodeada de  incompetentes que fazem exactamente o contrário, ao impôr uma disciplina baseada em regras e princípios antiquados, num tradicionalismo que não acompanha a mudança.

Meghan e Harry, com o seu novo documentário da Netflix, estão, sobretudo, a honrar a memória de Diana de Gales, ao não ficarem calados. Validam, de uma forma inequívoca, aquilo que Diana disse na famosa entrevista a Martin Bashir, em 1995. Mesmo que isso afaste definitivamente os irmãos. Aparentemente, os genes de Diana passaram para o seu filho mais novo, nomeadamente os que se manifestam em verdade, coragem e honra.

Estão a abrir o jogo e a marcar a sua posição, afastando-se do sistema e prescindindo do financiamento que adviria da sua condição de membros, independentemente do que isso lhes possa trazer de negativo. Mais do que um ajuste de contas, trata-se da reposição da verdade, do restabelecer da justiça. E isto faz tanto sentido, quando olhamos para o que foi a vida de Diana de Gales ou de Grace Kelly do Mónaco.

Entretanto, a Casa Real Britânica desperdiçou mais uma oportunidade de mudança, e de demonstrar que é inclusiva, tolerante e moderna.

Presumo que, aos olhos do público, tudo isto constituirá uma viragem, quer para a imagem do casal, quer para a percepção sobre o que é pertencer à realeza.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub