Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lately

Histórias, opiniões, desabafos, receitas...

Lately

Histórias, opiniões, desabafos, receitas...


Miguel Mósca Nunes

18.01.23

Doces com Alma5 (1).jpg

A doçaria não é para todos. Requer entrega, doses extra de paciência e muita calma. Na minha visão da coisa, é necessário saber o que estamos a fazer, e seguir as receitas nos seus ingredientes e instruções, mas, sobretudo, amar o que estamos a fazer e seguir a nossa intuição. Esse é um dos segredos, senão o principal, para que o resultado seja excepcional.

Eu gosto de bolos fofos, húmidos, que se derretam na boca, e que tenham um sabor único. E tudo isto só é possível se experimentarmos sucessivamente as receitas, até chegar ao ponto desejado, substituindo ingredientes e alterando quantidades, se for preciso.

Julia Child dizia que devemos aprender a cozinhar experimentando novas receitas, aprendendo com os nossos erros mas, acima de tudo, devemos ser destemidos e divertirmo-nos!

Uma premissa fundamental para mim é a de que devemos ser indulgentes no que diz respeito a culinária, querendo significar com isto que não nos devemos preocupar com dietas e restrições alimentares se queremos fazer pratos saborosos e especiais. Por exemplo, se a receita pede manteiga, devemos usar manteiga! Se é para usar açúcar, que se use! Sem culpas, sem medos! Quero lá saber da farinha de aveia, do óleo e do açúcar de coco! Os ovos benedict exigem molho holandês, que só é molho holandês por ter montes de manteiga! Desde que seja clarificada...

Outra coisa importantíssima: manteiga não é margarina! Se quiserem baixar significativamente a qualidade de um bolo, substituam a manteiga por margarina...

Outra fonte de problemas, e que passa despercebido porque é menosprezada, é a ausência de uma boa balança. Recomendo uma balança digital, que pesa os ingredientes com precisão. Por alguma razão uma receita pede 20 gramas de cacau ou 15 gramas de fermento e muito dificilmente se conseguem medir estas quantidades se não tivermos uma balança digital.

E, no meio destas dicas e sugestões, o que sobressai é a minha paixão pelos bolos.

 

 


Miguel Mósca Nunes

06.12.22

20220917_191728.jpg

Esta torta maravilhosa é excelente para fazer parte da mesa de Natal. Uma torta saborosa, com um intenso aroma a laranja, requintada e com uma textura suave, vai enriquecer a lista de doçaria para a consoada.

O Marco tem aqui um ex-líbris das suas receitas, que me faz lembrar as noites de Natal da minha adolescência, quando os convidados já se tinham ido embora, e ficava a ver a programação da RTP, e a comer as iguarias dispostas numa mesa em tons de vermelho.

 

Ingredientes:

  • 500 g de açúcar
  • 50 g de farinha
  • 15 g de fermento em pó
  • 2 laranjas grandes (raspa e sumo)
  • 12 ovos

 

Preparação:

Misture o açucar, a farinha e o fermento e adicione a raspa e o sumo das laranjas. Mexa bem.

Junte depois os ovos e misture muito bem.

Forre um tabuleiro com papel vegetal e unte o papel com manteiga.

Verta o preparado na forma e leve a cozer, em banho-maria, em forno pré-aquecido a 220 graus, por, aproximadamente, 30 minutos. Sugiro que ferva a água para controlar melhor o tempo de cozedura.

Retire do forno, desenforme para uma superfície forrada a papel vegetal coberto de açúcar e enrole a torta ainda quente.

 

Como estamos nesta época festiva, pode decorar a torta com apontamentos celestiais.

Delicie-se!

 


Miguel Mósca Nunes

03.11.22

Porque o tempo está a esfriar e sabe sempre bem empanturrarmo-nos enquanto assistimos a um belo filme, sentados confortavelmente no sofá, de pantufas e embrulhadinhos numa manta, vamos a uma receita deliciosa e que não vos vai partir os dentes, porque é feita com farinha de aveia (não tem trigo) e mesmo que a batam em demasia, não tem como resultado umas bolachas rijas como cornos (isto significa que, se utilizarem trigo, não devem bater muito a massa após juntarem a farinha).

O ingrediente mais importante desta receita é o cacau, que vai servir para intensificar os sabores de todos os outros (é o que acontece com o café, que serve para realçar o sabor, por exemplo, do chocolate).

Ingredientes

  • 110 g de manteiga com sal, à temperatura ambiente
  • 1 chávena de açúcar amarelo ou mascavado claro
  • 1 ovo grande
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • 1 chávena de farinha de aveia
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 2 chávenas de aveia em flocos grossos
  • 1/2 chávena de coco em ralado
  • 20 g de cacau em pó
  • 200 g de nozes (podem ser pecan)

Preparação

Na batedeira, junte a manteiga com o açúcar e bata por 4 minutos até formar um creme claro e fofo. Acrescente o ovo e a baunilha e bata novamente por mais 2 minutos. Acrescente a farinha de aveia misturada com o bicarbonato de sódio, os flocos de aveia, o coco e o cacau e misture com uma espátula até que esteja tudo ligado. Se a massa ainda não permitir ser moldada, por não ter a consistência desejada, junte um pouco mais de farinha.

Pré-aqueça o forno a 180˚C.

Faça bolas com as mãos, coloque-as num tabuleiro, e leve ao forno por 10 a 15 minutos até dourarem.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub